Bem Vindo

Contato:

bastiuoeric@hotmail.com

Boas vindas!

Olá pessoal!

Nesse blog vocês ficarão informados sobre vários tipos de animais atuais e também vegetações.
Também tem enquetes, onde você pode escolher em que animal ou vegetação que você quer ler.
Além disso também terá notícias do assunto.
Também haverá dicas de outros blogs e sites do assunto.

Até mais!

Total de visualizações de página

Visitem!

Visitem!
O meu Blog sobre paleontologia!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Cão é enterrado vivo pelo próprio dono no interior de SP

Filhote passará por um hemograma - ReproduçãoUm filhote de cachorro foi resgatado na quarta-feira, 7, em Novo Horizonte, no interior de São Paulo, após ser enterrado vivo pelo próprio dono. O animal ficou 12 horas enterrado no quintal de uma casa.

A Associação de Proteção aos Animais localizou o cachorro após receber denúncia sobre o caso. O animal foi encaminhado para uma clínica. Ele passa bem e não corre risco de morrer, mas deverá ficar pelo menos durante 15 dias em observação.

Nesta quinta-feira, 8, segundo o site G1, o filhote passará por um hemograma e poderá ter que fazer uma cirurgia no olho direito, onde há uma perfuração.

O suspeito de enterrar o cachorro deverá ser investigado pelo crime de crueldade contra animais. Ele deverá ser ouvido pela polícia.

sábado, 19 de novembro de 2011

Dias do chimpanzé como cobaia podem chegar ao fim


New Iberia, Louisiana - Em uma jaula ao ar livre em forma de cúpula, dezenas de chimpanzés gritam. Os pelos das costas estão levantados.
Segundo a Dra. Dana Hasselschwert, chefe de ciências veterinárias do Centro de Pesquisas de New Iberia, "Isso é piloereção", um sinal de excitação emocional.

Ela pede aos visitantes que mantenham distância. Os chimpanzés costumam atirar pequenas pedras ou objetos mais perigosos quando ficam agitados.
A semelhança dos chimpanzés com os humanos os torna importantes para pesquisas, mas também gera muita solidariedade. Para os pesquisadores, esses animais podem significar a melhor chance de descobrir a cura de doenças atrozes. Para muitas pessoas, porém, eles são nossos parentes atrás das grades.
A pesquisa biomédica com chimpanzés ajudou a produzir a vacina contra a hepatite B e tem por objetivo produzir a vacina contra a hepatite C, que infecta 170 milhões de pessoas em todo o mundo. Contudo, há muito que os protestos contra essa pesquisa consideram-na cruel e desnecessária.

Só dois países pesquisam com chimpanzés
Devido à grande pressão atual de organizações de defesa dos animais, a decisão judicial que porá um fim a este tipo de pesquisa nos Estados Unidos pode vir em um ano. Atualmente, apenas os Estados Unidos e outro país conduzem pesquisas invasivas com chimpanzés. O outro país é o Gabão, que fica na África central.
Segundo Wayne Pacelle, presidente e diretor executivo da Sociedade Humanitária dos Estados Unidos, "este é um momento bastante diferente dos outros". "É o momento de tirar os chimpanzés da pesquisa invasiva e dos laboratórios", afirma. 
John VandeBerg, diretor do Centro Nacional de Pesquisa sobre os primatas do sudoeste, concorda que este é "um momento crucial". O centro é um dos seis laboratórios do país onde há chimpanzés. As diversas tentativas dos opositores "podem levar ao fim de toda a pesquisa médica com os chimpanzés", afirmou.
A sociedade e outros grupos pressionaram os NIH (Institutos Nacionais da Saúde) americanos para que fosse elaborado um relatório sobre a utilidade da pesquisa com chimpanzés, aguardado para este ano. A Sociedade Humanitária também se uniu ao Instituto Jane Goodall e à Sociedade para a Conservação da Vida Selvagem para elaborar uma petição ao Serviço de Fauna e Peixes dos Estados Unidos, na qual é declarado o risco de extinção dos chimpanzés em cativeiro, uma vez que os que vivem na natureza já estão ameaçados, oferecendo a eles mais proteção. A decisão é aguardada para setembro do ano que vêm.

Gastos com pesquisa são de US$ 30 milhões
Além disso, o Great Ape Protection and Cost Savings Act (Lei pela proteção e redução de custos com grandes símios) irá proibir o uso de todos os grandes símios nas pesquisas invasivas (incluindo bonobos, gorilas e orangotangos). O republicano Roscoe Bartlett, deputado pelo estado de Maryland, é um dos apoiadores da lei. Segundo Bartlett, a lei representará uma economia de US$ 30 milhões para o contribuinte, quantia que é gasta anualmente com os chimpanzés de propriedade do governo.
Segundo Pacelle, é alto o custo da pesquisa invasiva com chimpanzés, sendo que existem alternativas. Além disso, os procedimentos realizados são dolorosos e os animais são mantidos em isolamento, afirma.
"Esta espécie está ameaçada de extinção e é a mais próxima dos humanos geneticamente", afirma. "Além disso, não devemos abusar de nosso poder", afirma.

Mas como fica o desenvolvimento de medicamentos?
VandeBerg, em contrapartida, afirma que suspender as pesquisas com chimpanzés representaria uma ameaça a vidas humanas.
"A redução do índice de desenvolvimento de medicamentos para essas doenças significará a morte de centenas de milhares de pessoas, milhões de fato, devido a anos de atraso", afirmou.

Se a pesquisa permite salvar vidas humanas, afirmou VandeBerg, "seria totalmente antiético não realizá-la", afirmou VandeBerg.
Os laboratórios de pesquisa dos Estados Unidos abrigam mil chimpanzés, e o Centro de Pesquisas de New Iberia é um deles. O centro pertence à Universidade de Louisiana em Lafayette, e ocupa 40 hectares do centro da Louisiana francesa ou acadiana, aproximadamente 210 quilômetros a oeste de Nova Orleans. Nele vivem 360 chimpanzés, sendo que 240 pertencem à universidade e 120 ao NIH, além de outros seis mil primatas, a maioria da espécie macaco-rhesus.

Maus tratos aos animais
A instituição foi acusada de maus-tratos no passado, sendo que foram descobertas e corrigidas algumas violações às normas de tratamento dos animais, de acordo com as inspeções do Departamento de Agricultura. Na última inspeção, ocorrida em julho, foram descobertos medicamentos para os animais com prazos de validade vencidos.
Em uma visita recente, verificou-se que alguns chimpanzés ficavam em cúpulas geodésicas de 10 metros de diâmetro e outros em jaulas menores ao ar livre. Além destes, o doutor Thomas J. Rowell, diretor do centro, contou que um número inferior a dez estava sob estudo ativo, em jaulas internas medindo 1,5 por 1,8 metro e 2,0 metros de altura. Os procedimentos práticos envolviam aplicação de injeções, retirada de amostras de sangue e biópsias hepáticas, as quais eram realizadas sob efeito de anestésicos.
Muitos estudos têm duração de apenas alguns dias, afirmou Rowell, mas alguns demoram mais tempo. Quase concluído, um estudo vinha sendo realizado há quatro meses. Rowell defendeu com entusiasmo o tratamento proporcionado aos chimpanzés no centro, enfatizando os cuidados veterinários e o empenho em melhorar a forma como vivem, tornando os ambientes do alojamento mais interessantes.

Histórico
Os chimpanzés são utilizados em pesquisas nos Estados Unidos desde a década de 1920, quando Robert Yerkes, professor de psicologia da Universidade de Yale, começou a leva-los para o país. Durante a década de 1950, a força aérea passou a reproduzi-los para o uso no programa espacial, a partir de 65 espécimes capturados na natureza.
Os chimpanzés também foram procriados para serem usados em pesquisas da AIDS nos anos 1980, que não obtiveram avanços. Em meados da década de 1970, o apoio à preservação de espécies ameaçadas de extinção havia aumentado, e a importação de chimpanzés retirados da natureza foi proibida. Nos anos 2000, foi aprovada uma lei federal exigindo a aposentadoria dos chimpanzés pertencentes ao governo após o fim de seu uso em experimentos. Foi inaugurado em Shreveport, na Louisiana, o Chimp Haven, um santuário nacional de chimpanzés, para dar assistência a esses a outros chimpanzés.
A tentativa de trazer de volta para a linha de pesquisa os chimpanzés semiaposentados do santuário Alamogordo Primate Facility, no Novo México, foi o que induziu em parte o recente aumento da oposição às pesquisas. O NIH queria transferir cerca de 200 de seus chimpanzés do Alamogordo para o centro de San Antonio, que pertence ao Instituto de Pesquisas Biomédicas do Texas. A Sociedade Humanitária intercedeu para evitar a transferência e o NIH cedeu, pedindo a realização de um relatório dos chimpanzés utilizados em experiências este ano ao Instituto de Medicina, um conselho consultivo.

Paraíso para chimpanzés
O Chimp Haven é o potencial destino dos chimpanzés aposentados e possui atualmente 132 deles vivendo em um bosque de pinheiros de 80 hectares. Eles ficam alojados em uma variedade de jaulas e recintos cercados, incluindo um pátio de recreação a céu aberto, com 4 mil metros quadrados e envolto em muros de concreto, além de dois habitats de floresta, um de 16 e outro de 20 mil metros quadrados, delimitados por um fosso e por cercas. Porém, os chimpanzés que estão nos centros de pesquisa, talvez nem saiam dali, mesmo após o fim dos experimentos. É possível que apenas fiquem ali, livres dos estudos invasivos.
Seja qual for a decisão, os pesquisadores e defensores dos chimpanzés sabem que eles representam uma pequena parte do total da pesquisa realizada com animais e do debate mais amplo.
Segundo Kathleen Conlee, diretora sênior para questões de pesquisa animal da Sociedade Humanitária, a atual discussão em relação aos chimpanzés indica o caminho para o futuro.
"Este tipo de análise rigorosa deveria ser aplicada a toda a pesquisa com animais", afirmou.


Fonte:
  • UOL

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Onça é capturada dentro de churrasqueira no Paraná

Uma onça da espécie suçuarana foi capturada ontem, em Corbélia, na região de Cascavel, no oeste do Paraná, dentro de uma churrasqueira.

O dono da residência, Laércio de Souza Dias, encontrou o animal, um macho adulto, por volta das 12h30 e acionou a polícia, que isolou o local por motivo de segurança.

A churrasqueira foi fechada com uma grade, o que facilitou os trabalhos dos policiais ambientais e do veterinário do Zoológico de Cascavel. Após o uso de um tranquilizante, a onça foi levada para o parque municipal Danilo Galafasse, onde está localizado o zoológico.

O local definitivo para soltar o animal será definido pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).


Fonte:
  • UOL

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Macaco prego criado por família há 28 anos terá que voltar para o zoológico

A 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que o macaco prego de nome “Chiquinho” retorne ao seu habitat natural ou seja entregue ao zoológico, aos cuidados dos órgãos de proteção dos animais silvestres.

A decisão é do desembargador Eduardo Gusmão Alves de Brito, acolhida por unanimidade pelos demais integrantes da Câmara. Para o desembargador, inexiste direito de posse por particular de animal silvestre, mantido em cativeiro sem a devida permissão legal.

Há 28 anos convivendo com Carlos Henrique Rabello Lima, sem autorização e licença dos órgãos de proteção ambiental, o animal foi apreendido na residência de seu dono no dia 26 de agosto de 2008, pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), após denúncia anônima. Devido à sua manutenção em cativeiro ilegal, Chico foi domesticado desde filhote.

Em seu favor, o dono do macaco alegou que, embora silvestre, Chiquinho já é idoso e sempre foi tratado como um membro da família, o que inviabilizaria qualquer tentativa de reinserção em seu ambiente natural. O Inea, por sua vez, ponderou que a conduta do autor, por mais bem intencionada que seja, é nociva e ilegal.
No dia 17 de setembro de 2010, a juíza Christianne Maria Ferrari, da 4ª Vara Cível de Petrópolis, na Região Serrana, julgou procedente o pedido de Carlos Henrique em ação proposta contra a Fundação Instituto Estadual de Florestas (IEF). Ela o declarou guardião do animal, determinou que Chiquinho fosse devolvido ao seu dono, sendo o autor da ação nomeado depositário fiel do animal até o fim dos recursos na área administrativa.

Entretanto, o desembargador Eduardo Gusmão Alves de Brito, relator do recurso do Inea, considerou que houve crime contra a flora e fauna.

Nos termos do artigo 25, § 1º, da Lei 9605, os animais silvestres apreendidos em poder de terceiros devem ser confiados aos órgãos protetivos para possível reintrodução em seu habitat de origem ou, se impossível, entrega ao zoológico.

A pretensão de manter animal silvestre em poder do particular, ao argumento de que antiga a posse e bem tratado aquele, parte da falsa percepção de que o animal valha por si, quando sua existência é protegida enquanto integrante da fauna, cuja violação vem sendo estimulada pela tolerância com a posse antiga e disseminada de exemplares subtraídos de seu habitat natural”, afirmou o relator em seu voto.

Ainda segundo o desembargador, as posições tolerantes com o cativeiro de animais silvestres fazem com que se perpetue aquilo que o legislador enfaticamente procurou combater.

“Como é cediço, o Brasil apresenta antiga tradição de apreensão de pássaros, cobras, macacos e toda sorte de animais silvestres, jamais devolvidos na esperança de que o efeito curativo do tempo faça desaparecer o crime ou o dever de retornar o animal a seu habitat”, destacou.


Fonte:
  • IG - Último Segundo

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Camada de gelo no Ártico atinge nível mais baixo do ano

A superfície de gelo ártico está em seu nível mais baixo do ano, informou o NSIDC (Centro Nacional de Dados da Neve e Gelo) com base no estudo preliminar de imagens tiradas por satélites.

A última medição, no dia 9, mostra que o gelo cobria 4,33 milhões de quilômetros quadrados.

É a segunda maior redução de gelo detectada pelo satélite --a primeira data de 2007--, que começou a operar em 1979.

Nos últimos 30 anos, a extensão do gelo no oceano Ártico tem declinado em praticamente todos os meses, com uma queda maior durante o verão, cuja origem é creditada pelos cientistas à redução ao aquecimento global.

Em outubro, o NSIDC divulgará um relatório completo sobre as possíveis causas do degelo.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Crocodilo gigante é capturado nas Filipinas

Um crocodilo de 6,4 metros de comprimento e pesando mais de uma tonelada (1.075 kg) foi capturado no vilarejo de Bunawan, nas Filipinas.

Acredita-se que seja um dos maiores do mundo já capturados vivos. Cerca de cem pessoas uniram os esforços para transportar o réptil.

O animal matou um búfalo e quebrou quatro armadilhas antes de ser finalmente imobilizado com cabos de aço.

O crocodilo será levado para ser atração em um parque de ecoturismo local.


Clique aqui e veja as fotos!


Fontes:
  • UOL
  • BBC Brasil

domingo, 4 de setembro de 2011

Crocodilo


 


O nome Crocodilo envolve todos da família crocodylidae, cujos membros são: Gavial, Aligatoes e Jacarés.

Os Crocodilos podem ser encontrados na África, Ásia, Américas e Austrália. Seu habtate natural são os rios e suas margens, mas alguns, raros, vivem nos mares.

Sua alimentação baseia-se em carne, se alimentando dos animais que se aproximam dos rios, como gnus, zebras, tartarugas e até aves.

Sua mordida chega a 15 toneladas e é auxiliada pelos seus 80 dentes afiadíssimos. O músculo que faz a mandíbula se abrir é mais fraco do que a que a faz se fechar. Os Crocodilos apenas abocanham e "quebram" as presas com a força de suas mandíbula, e não as mastigam.

A pergunta que os leigos fazem é: Como eles coseguem digerir tal quantidade de alimento? A resposta é a seguinte: Os crocodilos possuem uma veia que passa por trás do músculo cardíaco e chega ao estômago, fazendo com que a quantia de sucos gástricos aumentem, ajudando a digerir rapidamente as presas.


Classificação Científica:

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Crocodylidae



Curiosidades:

*"Lágrimas de crocodilo" - Quando o crocodilo está digerindo um animal, a passagem deste pode pressionar com força o céu da boca do réptil, o que comprime suas glândulas lacrimais. Assim, enquanto ele devora a vítima, caem lágrimas de seus olhos.
*O maior réptil do mundo é o Crocodilo-De-Água-Salgada que vive na Áustrália e Sudeste da Ásia.




Fonte:

*Wikipédia

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Mãe e filhote de baleia franca são vistas em praia de Florianópolis

Duas baleias franca foram vistas no litoral de Florianópolis nesta quinta-feira (11). A mãe e o filhote estavam na praia de Pântano do Sul, ao sul da ilha de Santa Catarina.

Segundo o Projeto Baleia Franca, essa espécie de baleia migra da Antártida para o litoral catarinense entre os meses de julho e novembro para acasalar, procriar e amamentar os seus filhotes.

Somente nesta sexta (12), foram avistadas dez baleias na região das praias de Garopaba, e na região de Imbituba, mais 15 baleias. “E ainda não é o auge, que é setembro”, afirma a diretora de pesquisa do projeto, Karina Groch.

Segundo ela, a equipe do projeto realiza a contagem das baleias e faz uma identificação individual, possível graças a calosidades na cabeça, que funcionam como uma espécie de impressão digital. “Já avistamos várias conhecidas nossas nessa temporada”, diz.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Leopardo ataca pessoas em vilarejo na Índia

Um leopardo atacou moradores e guardas florestais do vilarejo de Prakash Nagar, na periferia de Siliguri, Índia // AP Images (AP Images)







Leopardo ataca guarda florestal no vilarejo de Prakash Nagar, próximo à cidade de Salugara, na periferia de Siliguri, Índia // AP Images(AP Images)




Um leopardo atacou moradores e guardas florestais do vilarejo de Prakash Nagar, na periferia de Siliguri, Índia. O animal saiu da floresta e perdeu-se no local. Sentindo-se ameaçado, feriu quatro guardas florestais antes de ser capturado pela polícia.
Leopardo ataca guarda florestal no vilarejo de Prakash Nagar, próximo à cidade de Salugara, na periferia de Siliguri, Índia // AP Images (AP Images)

Essa espécie de felino consegue carregar animais seis vezes mais pesados do que ele e sua alimentação consiste da caça de impalas, gnus e outros herbívoros.


Um leopardo atacou moradores e guardas florestais do vilarejo de Prakash Nagar, na periferia de Siliguri, Índia // AP Images (AP Images)

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Problemas de queimadas fazem animais fugirem para cidades

Animais fogo (Foto: Corpo de Bombeiros-MT)
Maritaca é resgatada na cidade. O animal estava muito assustado.

Animais silvestres fogem do fogo e buscam abrigo em cidade de MT

Explicação está no aumento dos incêndios no entorno de Pontes e Lacerda.
Corpo de Bombeiros resgata os animais e depois os devolve à natureza.

Alguns animais silvestres estão invadindo o centro do município de Pontes e Lacerda, a 483 quilômetros de Cuiabá. Segundo informações do Corpo de Bombeiros da cidade, os animais estão mais presentes na cidade por conta da estiagem, baixa umidade do ar e aumento nos focos de incêndio na floresta que circunda a cidade.

Ao G1, o cabo da 8ª Companhia do Corpo de Bombeiros, Pedro Paulo, disse que durante o atendimento às ocorrências envolvendo animais silvestres, os bichos aparecem assustados, a maioria, sem ferimentos. ''Já achamos cobras, porco-espinho, macacos, lobo, jabutis e papagaios'', conta.

Ainda segundo o cabo, os bichinhos são acolhidos pelos próprios bombeiros que alimentam e dão os primeiros cuidados aos animais. Em seguida, eles são devolvidos à natureza em localidades distantes do perímetro urbano. Já os que apresentam ferimentos ou queimaduras são encaminhados à unidade do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) do município.

O caso mais recente foi de uma maritaca, uma ave semelhante a um papagaio. Ela foi encontrada na última quinta-feira (14) pelos bombeiros. No mesmo dia, uma arara também foi encontrada na cidade e solta na mata.


Fonte:
  • G1

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Nova premiação para o Blog


O Blog Animals Net acaba de receber mais uma Premiação, é o Selo Blog Educativo.
Gostaria de agradecer ao Caio, dono do Blog Mundo Dino por me dar este Selo.



sábado, 2 de julho de 2011

Esquilo


O esquilo é um pequeno mamífero roedor, no Brasil ele é conhecido também pelos nomes:  serelepe, caxinguelê, caxinxe, catiaipé, quatimirim, quatipuru ou acutipuru.

O esquilo não é um animal muito raro, ele é encontrado em vários países e também vive em ambientes diversificados, em climas temperados, tropicais e frio.

Sua alimentação baseia-se em sementes, frutas e até insetos. Como todos roedores, ele possui presas muito fortes.

Seus ninhos são construídos no alto das árvores, com galhos e folhas para os filhotes ficarem protegidos de chuva e vento. A quantia de filhotes é de 3 a 10 por ninhada e sua gestação é de cerca de 1 mês. Seu tamanho natural quando adultos varia de 53 a 73 centímetros.

Os esquilos são animais populares, aparecem bastante em filmes e desenhos, e são bem conhecidos popularmente.

Eles podem ser atraídos com deversos sons, como flautas e gemidos, ou pelos próprios alimentos que ele consome.



CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Sciuridae




Fonte:
  • Wikipédia



sábado, 7 de maio de 2011

Tubarão Branco



O Tubarão-Branco é o maior peixe da atualidade, com 7,5 metros de comprimento e pesa até 2,5 toneladas.


Ele possui um corpo fusiforme, uma mandíbula enorme, com uma grande fileira de dentes que são em formato de flecha e são substituídos quando quebrados.
Seu nariz é estreito e seus olhos são pequenos e negros. Com nadadeiras bem desenvolvidas, este animal tem uma grande força de impulsão. Sua parte ventral é branca e a parte central é cinzenta e azulada. Com essa coloração, sua mimetização é bem eficaz. Sua pele é formada por dentículos dérmicos e dentículos cutâneos.




O Tubarão Branco é uma animal carnívoro, sua alimentação se baseia em peixes, tartarugas, pássaros que vivem perto do mar, pequenos mamíferos e até pequenas baleias, ele também pode devorar carcaças.
Os mais novos são mais agressivos, então, devem ser mais temídos.
O Tubarão Branco é um animal ovíparo, as fêmeas geram de 2 a 14 filhotes, ele são completamente formados e podem chegar a 1,5 metro de comprimento.



Ataques de Tubarões Brancos a seres-humanos

Ataques de Tubarões Brancos a seres-humanos são bem raros, a maioria das espécies só ataca um ser humano quando acredita que o seu território está a ser invadido, tal como faria com outro tubarão. Das 1848 ocorrências documentadas de ataques não provocados ao homem, 75% não estava relacionada com a alimentação, mas sim com este fator.


Leia abaixo uma notícia de um ataque de Tubarão Branco a um homem, em praia dos Estados Unidos:

LOS ANGELES, 25 Abr 2008 (AFP) - Um homem de 66 anos foi atacado mortalmente nesta sexta-feira por um tubarão branco em uma popular praia de surfistas em San Diego, extremo sul da Califórnia (oeste dos Estados Unidos), anunciou o Departamento de Polícia.

A vítima, identificada como Dave Martin, era um veterinário aposentado, de 66 anos, em excelente condição física, graças à sua paixão pelo triatlo, e que estava nadando com um grupo de amigos, quando foi atacado.

Um membro do grupo "ouviu um grito de socorro" e ajudou a arrastar a vítima até a margem, detalhou o salva-vidas Craig Miller. Segundo diferentes fontes, a vítima morreu muito rápido.

O ataque do animal foi registrado às 7h20 (11h20 de Brasília), em Solana Beach, uma praia no norte de San Diego, 200 km ao sul de Los Angeles, freqüentada por fãs dos esportes náuticos, segundo uma fonte policial.

"Um grande tubarão branco atacou um homem que tinha sérios ferimentos nas duas pernas", relatou, em uma coletiva de imprensa, o oficial Dismas Abelman, do Departamento de Bombeiros de Solana Beach.

No sul do Pacífico da Califórnia, são raros os ataques de tubarões, que costumam acontecer nas praias do norte do estado, perto de São Francisco. Nos EUA, esse tipo de incidente ocorre, mais freqüentemente, nas águas mais quentes da Flórida (sudeste).

Richard Rosenblatt, porta-voz do Instituto Scripps de Oceanografia, que examinou o corpo, estimou que o tubarão media entre 3,5 e 5 metros.

"Muito raramente vemos tubarões, muito menos ataques de tubarões", comentou o salva-vidas de Solana Beach. "Isso é algo raro nessa área", insistiu.

O último ataque mortal registrado no condado de San Diego data de 1959, de acordo com o Museu de História Natural da Flórida.




Fontes:
  • Wikipédia
  • Portal São Francisco
  • G1
  • Biólogo - Tubarão

quinta-feira, 21 de abril de 2011

3.000 pássaros são expostos em Itatiba-SP

Uma exposição em Itatiba (75 km de São Paulo) reúne cerca de 3.000 pássaros exóticos domésticos de origem estrangeira. Aberta ao público, os visitantes encontrarão espécies como o Bico de Lacre, Peito Celeste, Diamante de Gould, Pullaria e periquitos australianos. As aves são consideradas as mais belas do Brasil. O evento faz parte do 60° Campeonato Brasileiro de Ornitologia.

Sob o lema “Criar e Preservar”, o concurso é realizado pela Federação Ornitológica do Brasil (FOB). As aves são avaliadas pela cor, forma, apresentação e postura diferenciadas –características obtidas por meio de mutações genéticas. Se vivessem na natureza, tais pássaros seriam alvos fáceis de predadores, por isso, de acordo com informações da FOB, só vivem sob cuidados e proteções dos criadores de diversas partes do Brasil.

Segundo Guido Nardi Neto, vice-presidente da organização e criador de canários, são 55 expositores individuais e 23 clubes presentes no evento, mas a federação reúne 4.000 criadores. Desde 2005, a exposição é realizada em Itatiba. A criação de aves estrangeiras, permitida pelas leis nacionais, também é uma forma de desestimular o comércio e tráfico de aves silvestres, originárias da fauna brasileira, cuja criação é proibida no Brasil.

A exposição fica aberta até este sábado (23) no centro de eventos da FOB (avenida Luciano Consoline, 1.500 – Rodovia do Contorno – Itatiba). O horário de visitação é das 8h às 17h e a entrada é gratuita.

Veja as fotos do pássaros clicando aqui!


Fonte:
  • UOL

segunda-feira, 28 de março de 2011

Golfinhos aparecem em praia no Rio de Janeiro



Golfinhos apareceram na manhã desta segunda-feira (28) na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro.


Fonte:
  • UOL

sábado, 26 de março de 2011

Hora do Planeta



O que é?


A Hora do Planeta é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.


Quando?

Sábado, dia 26 de março, das 20h30 às 21h30. Apague as luzes para ver um mundo melhor. Hora do Planeta 2011.


Onde?

No mundo todo e na sua cidade, empresa, casa... Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Em 2011, a mobilização será ainda maior.


Saiba mais:

quarta-feira, 23 de março de 2011

Tubarão é encontrado perto da praia no Litoral Sul de São Paulo



Pescadores de Mongaguá, no litoral sul de São Paulo, encontraram um tubarão, de aproximadamente 100 quilos, a cerca de 500 metros da praia do Centro da cidade, na manhã desta quarta-feira (23). Conhecido popularmente como Mangona ou Cinza, o tubarão tinha mais de 2 metros.


Fonte:
  • UOL

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Tartaruga que levou tiro de espingarda está se recuperando


Uma tartaruga marinha do sexo masculino, com mais de 113 quilos, está recebendo tratamento no conhecido parque aquático SeaWorld, em San Diego (EUA), após ser atingida por bagos de chumbo em um ataque com espingarda de caça.



Batizada de Bruce e com pelo menos 50 anos de idade, a tartaruga foi encontrado em estado grave na baía de San Francisco, em 25 de janeiro. Estava desidratada e abaixo do seu peso normal.


Segundo veterinários, Bruce é um dos raros machos entre as cerca de 50 tartarugas marinhas que vivem na região.

Bruce vinha sendo monitorado desde 2009 pela Associação Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos. Em uma inspeção de rotina, pesquisadores constataram que o animal se encontrava letárgico, respirando com dificuldade e com ferimentos em sua cauda e nadadeira.



Ao ser levado para a unidade de emergência do oceanário SeaWorld, Bruce foi submetido a exames de raios X que revelaram que ele contava com projéteis ainda alojados no músculo no pescoço.


De acordo com o veterinário Hendrik Nollens, os bagos de chumbo estão na parte de baixo do pescoço, o que indica que Bruce deveria estar com o pescoço fora da água quando tomou o tiro.

 


PROJÉTEIS


Os veterinários disseram que não retiraram os projéteis porque não houve dano nas artérias. Se tentassem removê-los, poderiam causar mais danos.


No último dia 5, o SeaWorld foi criticado por ambientalistas, que alegam que o parque marinho temático e oceanário maltrata animais.


Os especialistas do parque citaram o tratamento oferecido a Bruce como exemplo para refutar a acusação.


Bruce é uma das raras tartarugas marinhas que habitam a região da baía de San Diego. A expectativa é de que ele esteja recuperado até o verão deste ano, quando as águas estão mais quentes, e que possa ser mandado para seu habitat natural novamente.


Fonte:
  • Folha
  • UOL

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Maritaca

A Maritaca é um pássaro da família dos psitacídeos e com um corpo de trinta centímetros, sua alimentação baseia-se em frutos e sementes.

Maritaca pousada em um tronco da árvore Araucária.


Muitas pessoas confundem a Maritaca com o Papagaio, mas a semelhanças, os dois gêneros são da mesma família e são aves barulhentas. As Maritacas vivem em pares e em pequenos ou grandes grupos.



A Maritaca possui uma área sem penas em volta do olho e tem um bico forte, seu corpo que chega a 30 centímetros tem uma cauda relativamente curta.


Sementes coletadas em copas de árvores, tais como o pinhão do pinheiro-do-paraná(Araucaria angustifolia) e frutos da figueira (Ficus spp), são seus principais alimentos.


Os ninhos são construídos em cavidades de árvores, são de 2 a 5 os ovos que são postos pelas fêmeas e chegam a medir cerca de 32X24 mm.
Normalmente o macho se encarrega da alimentação, enquanto a fêmea se encarrega da incubação.




Classificação Científica:

Reino: Animalia



Filo: Chordata

Classe: Aves

Ordem: Psittaciformes


Família: Psittacidae


Gênero: Pionus

------------------------------------------

Outras Espécies de Maritaca:

*Maitaca-de-cabeça-azul, Pionus menstruus



*Maitaca-de-peito-vermelho, Pionus sordidus


*Maitaca-verde, Pionus maximiliani


*Maitaca-de-testa-branca, Pionus senilis


*Maitaca-de-cara-manchada, Pionus tumultuosus


*Maitaca-asa-de-bronze, Pionus chalcopterus


*Maitaca-roxa, Pionus fuscus
 
------------------------------------------
 
Outros nomes populares da Maritaca:
 
*Maitaca;
 
*Baitaca;
 
*Humaitá;
 
*Maitá;
 
*Maritaca;
 
*Sôia;
 
*Suia.
 
------------------------------------------
 
 
Fontes:
  • Ambiente Brasil
  • Wikipédia

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Mestres da camuflagem





O fotógrafo Alex Hyde especializou-se em registrar animais e insetos que fazem uso de camuflagem para sobreviver.







Professor de fotografia biológica na Universidade de Nottingham, no Reino Unido, Hyde viajou a Madagascar para colocar seu conhecimento à prova.





O desmatamento das florestas do país está dificultando a luta pela sobrevivência. Só 7% da vegetação original da ilha na costa oriental da África está intacta.



Hyde também fotografa animais e insetos no Reino Unido e no seu estúdio.




Fontes:
  • UOL
  • Folha

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Tartaruga de cem anos tem chance de se acasalar



George ganha mais duas fêmeas de espécie diferente para se acasalar; bicho tem idade estimada em cem anos.

Nas últimas duas décadas, cientistas falharam na tentativa de acasalar uma tartaruga gigante que vive em Galápagos. Agora, George, como é chamado o macho, terá uma nova chance.

O Parque Nacional de Galápagos anunciou nesta semana que duas fêmeas serão apresentadas a George, que se acredita ser a última da espécie Geochelone abigdoni.

As duas novas fêmeas, da espécie Geochelone hoodensis, já chegaram a Galápagos, na ilha de Santa Cruz, e foram trazidas de uma ilha espanhola.



George vivia com duas companhias de outra espécie, a Geochelone becki. Elas depositaram ovos por várias vezes - em 2008, 2009 e 2010--, mas nenhum resultou em crias.
Apesar de ser "velhinho", com idade estimada entre 90 e cem anos, George ainda deve viver os próximos 50 anos.


Fonte:
  • UOL

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Selo: Ecológico


O Blog Animals Net acaba de receber a sua quinta premição, eu gostaria de agradecer ao Blog Planeta Animal por me dar este Selo. E como sempre eu vou indicar cinco Blogs para receberem este Selo.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Eclipse

Vejam abaixo imagens de um eclipse que ocorreu:


 Frankfurt, Alemanha


 Sidon, Líbano


 Milão, Itália


 Lublin, Polônia


 Moscou, Rússia


 Amã, Jordânia


 Saravejo, Bósnia


 Marko, Hungria


Estocolmo, Suécia


Fonte:
  • UOL

Quem sou eu

Minha foto
Uma pessoa que quer compartilhar com o que se interessa através de blogs.