Bem Vindo

Contato:

bastiuoeric@hotmail.com

Boas vindas!

Olá pessoal!

Nesse blog vocês ficarão informados sobre vários tipos de animais atuais e também vegetações.
Também tem enquetes, onde você pode escolher em que animal ou vegetação que você quer ler.
Além disso também terá notícias do assunto.
Também haverá dicas de outros blogs e sites do assunto.

Até mais!

Total de visualizações de página

Visitem!

Visitem!
O meu Blog sobre paleontologia!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Dragão - de - Komodo




© Dita Alangkara-AP




RESUMO DO ANIMAL

Descoberto em 1910 por cientistas Ocidentais o Dragão-de-Komodo ficou popular por seu porte e ferocidade, encontra-se hoje em dia na natureza em Estado Vulnerável pela UICN, por causa de atividades humanas. Mas estão protegidos pela lei da Indonésia, e um parque nacional, o Parque Nacional de Komodo, foi fundado para ajudar os esforços de proteção.
O Dragão-de-Komodo é o maior réptil do mundo atualmente, adultos chegam a medir 3,5 de comprimento e pesar até 130 quilos. Ele é um réptil carnívoro feroz, mas quando vivendo em cativeiro desde filhote pode se tornar dócil, também é ágil por causa de seus bom desenvolvimento das pernas, garras e dentes afiados, uma forte mandíbula e também a sua cauda pode ser uma arma em caso de chicoteio.




© Jp07083


CASO TÍPICO NO HABITAT DO DRAGÃO-DE-KOMODO

"Transviado, o filhote de Javali vagueia pela praia à procura da mãe e subitamente está cara a cara com um réptil enorme, do tamanho de um Jacaré dos médios. O Porquinho tenta fugir mas as passadas curtas de suas perninhas não dão velocidade suficiente. O Lagartão move-se com rapidez e o abocanha com firmeza. Outro lagarto que anda por perto chega quase ao mesmo tempo, também ferra os dentes na presa, e na disputa o Javali é despedaçado e devorado em poucos minutos".





© Ymegananda




CAMINHANDO NA PRAIA


O Dragão-de-Komodo também caça na praia crustáceos, peixes em zonas mais rasas e animais que caminham por lá, mas ele nunca nada em locais sem ser zonas muito rasas no mar. Mas em rios ele tem uma íncrivel habilidade.





MEMBROS BEM DESENVOLVIDOS




Os membros do Dragão-de-Komodo são bem desenvolvidos e com as grandes 5 e afiadas garras, com isso eles são ligeiros e podem escalar árvores, subindo nelas eles podem caçar pequenas aves e devorar os ovos também.





© Kkaplin





BACTÉRIAS LETAIS


Além de conter uma forte mandíbula e poderosos dentes, o Dragão-de-Komodo tem uma arma oculta, bactérias letais que ficam em sua boca, as bactérias vem das carniças que ele devora, e quando uma presa foge de suas garras e ele já a mordeu, o animal caçado já foi infectado e pode morrer.







© Fonetix




CAÇA


Quando a vítima não é tão grande o Dragão-de-Komodo a derruba com golpes de suas caldas e com a sua força e garras e a devora. Já quando a presa é grande como búfalos ele da uma forte mordida e espera andando com cautela atrás que as bactérias a infectam e ele possa a devorar com tranquilidade, pesquisadores percebem que ele começa a comer pela língua e vísceras que são as partes preferidas.





© Holgs






SENTIDOS


O Dragão-de-Komodo utiliza sua língua bifurcada para detectar estímulos de sabor e cheiro, como outros muitos répteis, com o sentido vomeronasal usando o órgão de Jacobson, um sentido que ajuda a navegação no escuro.

Com o movimento do ar e o movimento que faz balançando a cabeça de um lado para o outro enquanto anda, ele pode detectar carniças de 4 a 9,5 KM de distância.

Como o Dragão-de-Komodo não tem diafragma suas narinas não são muito úteis para cheirar, mas na parte de trás de sua garganta ele tem algumas papilas gustativas. Em algumas escamas que são reforçadas com osso e tem ligação com nervos facilitam o sentido do tacto. As escamas a volta das orelhas, lábios, queixo e das solas dos pés podem ter três ou mais placas sensoriais.

A audição do Dragão-de-Komodo não é bem apurada, apesar de seu aparelho auditivo ser bem vísivel. Seu alcançe sonoro é entre os 400 e 2000 hertz.

Julga-se que o Dragão-de-Komodo ma visão noturna por causa que sua visão é constituída por cones (Cones são as células do olho humano que tem a capacidade de reconhecer as cores ), enxerga até 300 metros de distância. Ele pode sim, ver cores também, mas tem pouca identificação em objetos parados.

Em estudos foi reatado pouca ou nada agitação em casos de respostas a sussurros, vozes alta ou gritos em Dragões-de-Komodo selvagens também, então alguns pesquisadores suspeitaram da surdez do animal, Isto foi contestado quando Joan Proctor, empregada do Zoológico de Londres treinou uma espécie em cativeiro para sair da sua toca à espera de comida, depois de ouvir a sua voz e mesmo que ele não a conseguisse ver.




© Richard Van Eeden






EVOLUÇÃO


Há 40 milhões de anos atrás, na Ásia, originou-se o gênero Varanus e que migrou para a Austrália posteriormente. O que é agora o arquipélago indonésio, surgiu de uma colisão entre a Austrália e o Sudoeste Asiático ( média de 15 milhões de anos atrás ), com as terras desse jeito permitiu que os varíanideos se deslocassem para aquela região. Acredita-se que o Dragão-de-Komodo diferenciou-se de seus ancenstrais a cerca de 4 milhões de anos atrás, com seu habitat estendende-se até a ilha de Timor. Com a intensa subida do nível de água do mar na Idade do Gelo, formou as ilhas onde vive atualmente o Dragão-de-Komodo.



© Asklar
REPRODUÇÃO
Os machos travam ferozes batalhas corpo a corpo para disputar a fêmea, antes da batalha eles podem vomitar ou defecar antes de se preparar para a luta, o vencedor da luta irá depois mostra a língua à fêmea para receber informação sobre a sua receptividade.
O acasalamento ocorre entre Maio e Agosto, sendo os ovos postos em Setembro, as fêmeas colocam seu ovos em ninhos abandonados de Megapodius reinwardt ( Megapodius reinwardt é uma espécie de ave da família Megapodiidea. Pode ser encontrada em muitas ilhas da Wallacae, Novo Guiné e Austrália. ) ou em tocas escavadas entre elevações.

© Edography

CLASSIFICAÇÃO CIENTIFICA


Reino:
Animalia


Filo:
Chordata


Classe:
Reptilia


Ordem:
Squamata


Subordem:
Sauria


Família:
Varanidae


Género:
Varanus


Espécie:
V. komodoensis

--------------------------------------------------------------------------

Fonte:

  • Wikipédia - A Enciclopédia Livre
  • Enciclopédia - Os Bichos ; Edição 2
  • O Planeta Animal

--------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Curiosidade! - Sapinho encontrado em alface nos Estados Unidos




A mãe, Tracy Grimes, disse que descobriu o animalzinho quando foi fazer uma salada para os dois filhos e o marido.


"Eu percebi com o canto dos olhos, olhei para o pacote... estava vivo se movendo", contou. "Ele parecia muito feliz se esgueirando entre as folhas de alface.


"O pacote foi comprado no supermercado Kroger. Informado do incidente, o estabelecimento pediu que Tracy devolvesse a compra por correio.


Entretanto, a família achou que a viagem acabaria matando o sapinho. Por isso, preferiu tirar fotos do bichinho e mandar as imagens por email.


O sapinho foi liberado no jardim.


"Não é culpa do sapo ter ficado preso no pacote", disse o pai, que aproveitou o inusitado ocorrido para dar aos filhos um bom exemplo de como tratar os animais.


Ele disse que não teria sentido matar o sapinho. "Ele não vai nos machucar."



Assista o vídeo clicando aqui:





Fontes:
  • UOL
  • BBC - Brasil


Quem sou eu

Minha foto
Uma pessoa que quer compartilhar com o que se interessa através de blogs.